07/04/2008

Primeira moto: qual comprar? [parte 3] - 150cc e 200cc

Caso não tenha lido a 1ª parte deste pequeno guia "Primeira moto: qual comprar?", veja aqui

Na seqüência mostraremos as opções de 150cc estilo street, confira.

(Preço sugerido de fábrica cotado dia 6.4.2008)
Kasinski Flash 150 (com partida elétrica e a pedal) – R$ 5.090,00
foto kasinski Flash 150

Algumas características:
Motor: OHV, 4 tempos, arrefecido a ar
Potência máxima: 12,7 cv a 8500 rpm
Cilindrada: 149,5cc
Tanque: 15 litros
Painel completo com indicador de marchas e celular
Aros raiados e freio a disco
Peso a seco: 125 kg
Cores: prata, vermelho e preto

(Atualização 22.3.2009)
A Kasinski descontinuou o modelo Flash 150, mas você pode encontrar uma usada.

Opiniões de proprietários da Kasinski Flash 150: aqui
Veja preços da Kasinski: Kasinski Flash 150 usada


(Preço sugerido de fábrica sem frete, cotado dia 22.3.2009)
Kasinski Seta 150 (com partida elétrica e a pedal) – R$ 5.590,00
foto Kasinski Seta 150

Algumas características:
Motor: OHV, 4 tempos, arrefecido a ar
Potência máxima: 13,6 cv a 9500 rpm
Cilindrada: 149cc
Tanque: 13,5 litros
Painel completo com indicador de marchas e conta giros
Rodas de liga leve e freio a disco
Peso a seco: 115 kg
Cores: prata e preto

Lançamento presente no Salão Duas Rodas 2007, a Kasinski Seta 150 oferece bons itens de série como painel com indicador de combustível e marchas, rodas de liga leve e freio dianteiro a disco. É uma versão mais potente em relação a Seta 125 (que continua sendo fabricado).

Teste da Kasinski Seta 150: aqui
Veja preços da Kasinski: Seta 150 ou 125 nova


(Preço sugerido de fábrica cotado dia 25.8.2009)
Dafra Motos Speed 150 (com partida elétrica e a pedal) – R$ 4.640,00
Dafra Speed 150

Algumas características:
Motor: 4 tempos, monocilíndrica, OHV, refrigeração a ar
Potência máxima: 11,1 cv a 8.500 rpm (antes* 13,2 cv a 7700 rpm)
Torque máximo: 1,20 kgf.m a 7.800 rpm (antes* 1,31 kgf.m a 7.000 rpm)
Cilindrada: 149,4cc
Tanque: 15 litros
Painel completo com indicador de marchas e conta giros
Rodas de liga leve e freio a disco
Peso a seco: 155 kg
Cores: prata, preto, amarelo e vermelho

As motos da Dafra são originárias da China (produzidas com as especificações pedidas pela Dafra) e montadas aqui no Brasil. Algumas peças como freios e pneus são nacionais. A Speed 150 tem painel com conta giros, indicador de marchas e de combustível; a dirigibilidade é fácil e confortável, segundo relatos de pessoas que já pilotaram. O consumo fica em torno dos 25 km a 30 km com 1 litro de gasolina.

A Dafra já possui uma boa rede de concessionárias em todo País e, entre as 150cc, é a que tem preço mais acessível.

*(Atualização: 25.8.2009)
A Dafra Speed já está dentro das normas de controle de emissões de poluentes, nosso conhecido Promot 3. Para se adequar a essas normas a Dafra acrescentou um sistema de indução de ar no escapamento e um novo catalisador. O chato é que com isso a moto ficou um pouco mais fraco (assim como a maioria das outras motos para se adequar ao Programa de Poluição), conforme a potência e torque apontados acima.

A Dafra Speed 150 (22.312**) segue como a quinta mais vendida entre as categorias 125 e 150 cilindradas, ou seja, atrás das Honda CG 125 Fan (235.839**) e CG 150 Titan (204.198**), Yamaha YBR 125 Factor (73.833**) e Suzuki Yes 125 (33.055**).

**unidades emplacadas - os dados se referem ao acumulado de janeiro a primeira quinzena de agosto de 2009.

Opiniões de proprietários da Dafra Speed 150: aqui
Veja preços da Dafra: Speed 150


(Preço cotado nos classificados dia 22.3.2009)
FYM FY 150-3 (com partida elétrica e a pedal) – R$ 5.100,00
foto FYM FY150-3

Algumas características:
Motor: 4 tempos, monocilíndrico, OHV, refrigerado a ar
Potência máxima: 12 cv a 8500 rpm
Cilindrada: 150 cc
Tanque: 12 litros
Painel completo com indicador de marchas, combustível e conta giros
Rodas de liga leve e freio a disco
Peso a seco: 106 kg
Cores: prata, preto e vermelho

A FYM, Fei Ying Motor, trouxe da China mais um modelo de suas motos a FY 150-3 equipada com motor de 150cc com potência máxima de 12cv a 8500 rpm e, como a maioria das motos chinesas que já estão no mercado nacional, possuem itens de série como painel completo, rodas de liga leve e bagageiro. A bronca para esta moto é a vibração em excesso.

A FYM comprou recentemente as marcas Benelli (Itália) e Sachs (Alemã) com intuito de trazer confiança entre os consumidores.

Opiniões de proprietários da FYM FY150-3: aqui
Veja preços: Fym Fy 150-3.

(Preço cotado nos classificados dia 22.3.2009)
MVK Motos Street 150 (com partida elétrica e a pedal) – R$ 5.280,00
foto MVK Street 150

Algumas características:
Motor: 4 tempos, OHV, simples, refrigeração a ar
Potência máxima: 14 cv a 7500 rpm
Cilindrada: 150 cc
Tanque: 12 litros
Painel completo com indicador de marchas, combustível e conta giros
Rodas de liga leve e freio a disco
Peso a seco: 115 kg
Cores: prata, preto e vermelho

A MVK é uma marca argentina, conhecida por lá como "Maverick", mas importado da China os seus produtos. A MVK Street 150 vem equipada com motor de 150cc e potência máxima de 14cv a 7500 rpm; possuem rodas de liga leve e painel com indicador de combustível, marchas e conta giros. O consumo fica em 32 km com 1 litro de combustível, segundo dados da própria fabricante.

Veja preços da MVK: Street 150 nova | Street 150 usada


(Preço cotado nos classificados dia 6.4.2008)
Honda CG 150 Titan KS (com partida a pedal) – R$ 6.300,00
Honda CG 150 Titan ES (com partida elétrica) – R$ 7.100,00
foto Titan 150 KS e ES

(Preços cotados nos classificados dia 6.4.2008)
Honda CG 150 Titan ESD (com partida elétrica e freio a disco) – R$ 7.550,00
foto Titan 150 ESD

Algumas características comuns da Titan 150:
Motor: OHC, monocilíndrico, 4 tempos, arrefecido a ar
Potência máxima: 14,2 cv a 8.000 rpm
Cilindrada: 149,2 cm3
Tanque: 14 litros
Painel com marcador de combustível e hodômetro parcial (este somente na versão ESD)
Aros raiados
Freio a disco e suporte do pedal do garupa de alumínio fixado ao chassi (somente na ESD)
Peso a seco: 118 kg (KS), 119 kg (ES) e 121 kg (ESD)
Cores: cinza metálica, preto, vermelho e azul metálico

A confiança e a tradição de mais de 30 anos para a CG, consolida a motocicleta como a atual campeã de vendas no Brasil (vide lista das motos mais vendidas no 1o trimestre de 2008).

A versão CG 150 Titan é uma das melhores opções no mercado brasileiro dada a robustez, potência e economia de combustível com um motor de 149,2 cm³ e potência máxima de 14,2 cv a 8.000 rpm. A moto tem assento firme, pouca vibração do motor (alguns dizem que a Yamaha YBR é mais macia), mais potente que as 125cc e, o que é mais impressionante, muito econômica. O que falta na Titan é um painel com conta giros, indicador de marchas, um lampejador para o farol e rodas de liga-leve (isso considerando a versão ESD).

Um ponto negativo, mas aqui já não é culpa da motocicleta, é o alto índice de roubos e furtos. Em compensação, pelo lado positivo, tem alta valorização na revenda pela demanda de compradores.

Opiniões de proprietários da Honda CG 150 Titan: aqui ou aqui
Veja preços da Honda CG: 150 Titan
Conheça a Nova Honda CG 150 Titan (modelo 2009).
Inédito! Nova Honda CG 150 Titan MIX (bicombustível: álcool e/ou gasolina)


(Preço cotado nos classificados dia 6.4.2008)
Honda CG 150 Job (com partida a pedal) - R$ 6.500,00
Há também a versão da CG 150, a Job, destinado exclusivamente para transporte de cargas com reforço no chassi, bagageiro de carga até 30kg e disponível nas cores branca e vermelha.
Titan 150 Job

Opiniões de proprietários da Honda CG 150 Job: aqui no bestcars
Veja preços da Honda CG: Job 150 usada | Cargo 125 2003


(Preço cotado nos classificados dia 22.3.2009)
Honda CG 150 Sport (com partida elétrica) – preços entre R$7.900,00 até o absurdo(!) de R$9.120,00 (na Covel de Campo Grande-MS)
CG 150 Sport

Algumas características:
Motor: OHC, monocilíndrico, 4 tempos, arrefecido a ar
Potência máxima: 15,3 cv a 8.000 rpm
Cilindrada: 150 cc
Tanque: 14 litros
Painel completo com indicador de combustível, hodômetro total e parcial e conta giros
Rodas de liga leve e freio a disco
Peso a seco: 117 kg
Cores: vermelho metálico e cinza metálica

A CG 150 Sport é a versão mais top da Honda de 150cc, pois possui 1,1cv de potência a mais que a Titan 150, o que lhe confere mais arrancada e pilotagem esportiva, mas com a desvantagem de consumir mais gasolina e possuir um preço alto para a motorização. Entre os proprietários que conheço da CG Sport 150, são unânimes em afirmar o grau de satisfação positiva com a motoca.

"Guidão baixo, pedaleiras em alumínio mais altas e motor potente especialmente em médias e altas rotações são algumas as características que reforçam a sensação de esportividade para quem pilota uma CG 150 Sport. Destinado para uso na locomoção do dia-a-dia e no lazer, o modelo tem estilo moderno e sofisticado, com detalhes que valorizam o design e transmitem diferenciação a quem o conduz." (site oficial da Honda).

A fabricação da CG 150 Sport foi descontinuado em Dezembro de 2008.

Opiniões de proprietários da Honda CG 150 Sport: aqui
Veja preços da Honda: CG 150 Sport


Confira agora modelos custom de 150cc:

(Preço cotado nos classificados dia 22.3.2009)
Dafra Motos Kansas 150 (com partida elétrica e a pedal) - R$ 5.990,00
Dafra Kansas 150
Algumas características:
Motor: 4 tempos, monocilíndrico, OHV, arrefecido a ar
Potência máxima: 13,1 cv a 8.400 rpm
Cilindrada: 149,4 cc
Tanque: 12 litros (1,2 litros reserva)
Rodas de liga leve e freio a disco
Peso a seco: 114 kg
Cores: preta, prata e cobre

A Dafra Kansas é uma custom de porte pequeno por apresentar motor de 149,4 cc, mas suficientes para gerar 13,1 cv a 8.400 rpm, com consumo na casa dos 30 km por litro de gasolina. O indicador de marchas fica sobre o tanque de combustível e no painel há hodômetros (total e parcial) e indicadores de luzes-espias; no punho esquerdo, a Kansas, conta ainda com lampejador de farol alto.

A Kansas na rua se destaca das demais motos pela cor cobre (ou laranja), muito bonita, e pelo assento individual, como nas custom de maior cilindrada.

Uma moto que oferece um bom conjunto pelo preço de R$ 5.990,00.

A Dafra Motos já conta com mais de 60 concessionárias em todo o Brasil. No centro da cidade de Sorocaba-SP tem uma loja da Dafra - Autonet (telefone 15 3211-7400).

Veja preços da: Dafra Kansas 150


(Preço cotado nos classificados dia 22.3.2009)
MVK Motos Black Star (com partida elétrica e a pedal) - preços entre R$5.690,00 até 6.300,00
MVK BlackStar 150
Algumas características:
Motor: 4 tempos, OHV, monocilíndrico, arrefecido a ar
Potência máxima: 14 cv a 7.500 rpm
Cilindrada: 150 cc
Tanque: 14 litros
Rodas de liga leve e freio a disco
Peso a seco: 140 kg
Cor: preto

A MVK Motos, modelo Black Star, possui motor de 150 cc com 14 cv a 7.500 rpm de potência máxima, com consumo de 28 km por litro de gasolina (o peso de 140 kg da motocicleta contribui para um consumo um pouquinho maior em relação a Dafra Kansas e a Suzuki Intruder).

A moto tem indicador de marchas sobre o tanque de combustível, painel com hodômetros total e parcial, indicador de combustível, conta giros e, próximo à ignição da chave, as luzes de neutro e espias, além de dois faróis auxiliares.

A motocicleta conta com bastante itens cromados, tais como: painel, retrovisores, carcaças dos faróis, paralama dianteiro, etc.

Veja preços da custom MVK Black Star 150: aqui | aqui


A MVK Motos disponibiliza também uma versão custom de 200cc, confira:

(Preço cotado nos classificados dia 22.3.2009)
MVK Motos Fenix 200 (com partida elétrica e a pedal) - preços entre R$7.890,00 até R$8.590,00
MVK Fenix 200
Algumas características:
Motor: 4 tempos, OHV, monocilíndrico, arrefecido a ar
Potência máxima: 18 cv a 8.500 rpm
Cilindrada: 200 cc
Tanque: 14 litros (1,1 litros reserva)
Rodas de liga leve e freio a disco
Peso seco: 140 kg
Cor: preto

A MVK Fenix tem motor de 200cc e potência máxima de 18cv a 8.500rpm é do tipo varetado (como nas antigas CG 125) e seu consumo, segundo o fabricante, é de 28 km por litro de combustível.

O painel possui hodômetros total e parcial, assim como, próximo à chave, as luzes de neutro e espias. Sobre o tanque há indicações de marchas e combustível.

A Fenix tem porte robusto com dupla ponteira no escape, faróis auxiliares e abusa (no bom sentido) das peças cromadas.

A bronca fica por conta do freio dianteiro com disco recortado do tipo margarida, sem progressividade. Uma freada um pouco mais brusco e a roda pode travar.

Veja preços da custom MVK Fenix 200: aqui | aqui

LEIA TAMBÉM

16 comentários

Kamila Gonçalves

O modelo da CG 150 SPORT, esta muito bonito! gostaria de saber tudo sobre ela inclusive seu valor, condições de pagamento, etc...
Grata, Kamila
kamila gonçalves | 07.22.08 - 6:34 pm | #

Diler

Olá Kamila. A CG 150 Sport é realmente muito bonita. O seu design é bem atual com linhas mais pontiagudas e, muitas vezes (de longe), confundida com a CBX 250 Twister.

Neste endereço aqui você pode encontrar maiores detalhes de preços e condições de pagamento no caso de consórcio. Se quiser valores à vista ou financiamentos eu indico, como cliente (pelo bom atendimento), a Concessionária Honda Motofic de Avaré-SP: aqui. Caso esteja na Capital os preços são melhores, pois os custos de frete e seguro até chegar aqui no interior, são menores.

Acima, na postagem, você encontra outros detalhes de busca por usados e opiniões. Espero tê-la ajudado.
Diler | Homepage | 07.22.08 - 8:13 pm | #

LOW RIDER

Na minha a bateria era um LIXO e logo foi pro brejo aí coloquei uma bat nacional de uma moto que não lembro agora. ficou bala. tambem arranquei as plataformas trazeiras e coloquei pedaleiras da Suzuki, lampada do farol da Suzuki tambem pq encaixa sertinho e não queima facil, pq a original era uma porcaria troquei 3x.

DeLuca

Eu nao compraria a da Fym pela potencia, a cg tambem não por causa dos passa fome "ladroes" , restou a Seta e a Street que tem potencia parecidas, a Dafra é interessante só que já tem demais andando na rua e logo tambem vai ter problema com os passa fome. Moto acima de 150cc eu nao aconselho pra os iniciantes.

Raizinho

A black star é muito pesada pro seu motor 150cc so mais a kansas!

Maia

cg > a unica coisa boa na cg é o valor de venda, isto é, se o lixo da sociedade não te roubar antes.

MARCO ANTONIO

a Fenix nao deveria estar sendo comparada com essas 150cc, ela é de uma outra categoria (custom) e nao tem nada haver com essas pequenas. Ela teria comparacao com motos do mesmo estilo, exemplo Fym 250, Dafra 250, Kasinski 250, Amazonas 250, swndown 250 etc. Tem até uns leigos que não entendem nada de motocicletas e vem aqui para falar mau, querem compara-la as motos de maior cc e bem mais caras! pô eles comecaram ontem e acham que sabem de tudo, coitados só o tempo irá ensina-los. Eles poderia comecar simplesmente observando que a fenix com seu motor de 200cc tem praticamente a mesma potencia da Fym 250 e da V-blade 250, não precisa ser muito inteligente paras isso!

Diler

MARCO ANTONIO,

O guia "Primeira moto" está relacionada por cilindrada, dentro da proposta do título. Para ver outras customs de 250 cc acesse a continuação na parte 4 aqui.

Obrigado pelas suas sugestões e considerações.

osnir

tem cara que ve defeito em tudo so não ve os defeitos dele comentario de osni

Zarak (zzeiros@gmail.com)

por falar em MVK, eu já tenho um processo aberto contra eles e concordo com todas as opiniões negativas. tenho 5 exemplos além da minha. para aqueles que dizem que não entendemos provavelmente são os mesmo que dizem que moto dá problema mesmo. bom, é por isso que Brasil não vai para frente, aceitam as coisas como ela é e não zelam por seus direitos. a MVK só monta porcaria. velocimetro acima do erro permitido, freios ruins, bomba quebra facil, motor fraco pelo porte, lampadas queimam facilmente, peças de dificil reposição, vibração a baixa velocidade, enfim... inumeros fatores. Aconselho pegar uma Amazonas 250cc, essa sim nunca me deu problema, a única questão que as peças de reposição demoram pra chegar. Podem comprar essas merdas da MVK, o dindin e de vcs. abraços

jose donizeti

o meu cunhado tem uma mvk blakstar 125cc ela é tao facil manutenção q ele mesmo concerta.

Wilson

Kasinski - A fabrica nao presta, minha moto tem 4 meses de uso, esta enferrujando os parafusos cromados e o escapamento, nao atinge 100 Km/h nem em descida de moro, e a fabrica e a autorisada diz q nao tem garantia, e q isso é normal. a moto esta com 3000 Km rodados.

Tatiana

Eu tenho uma Kansas preta 150cc ela é um máximo,além de ser linda estou muito feliz com a minha valeu Tatiana BH MG.

Anônimo

william dis para todos vcs são bestas deixem de jogar dinheiro fora
comprem motos com marca resistrada essas porcarias so nos da dor de cabeça
motos so da marca (hoda)(suzuki)(hiamarra)brigado a todos que ler e intender

ted

""""dis (hoda)(suzuki)(hiamarra)brigado""" VC DEVERIA SENTIR VERGONHA...

gaucho de nóia

CARA A BRIGA É FEIA MESMO EU TENHO UMA 110 ROSA EU DISSE AMOR Ñ COMPRA
ELA COMPROU A CX QUEBROU OS PARAFUSOS DO MOTOR AFROUXAM GOSTO DA MOTO MAS SÓ RODO DENTRO DA CIDADE SEI Q ME FUDI MAS TRABALHO COM A MARCA JA TRABALHEI DE MECANICO honda puts é isso né meu

Postar um comentário

>> O espaço está aberto para o seu comentário, mas não serão tolerados os de cunho preconceituoso, criminoso ou palavrões;
>> Evite o anonimato, afinal, todo mundo tem um nome. Deixe seu nome comentando com a opção "Nome/URL" (o espaço URL não é obrigatório).